Um comentário em “Vocação solteiro: isso existe?

  1. Tudo isso que você disse eu concordo em certo ponto. Diria que isso são crises.
    Todos nós somos chamados a uma única vocação: sermos santos! Não importa a vida que levemos. Não se casar deve ser uma prova de amor de um coração desapegado da figura de uma mulher ou família pequena, por mais que tenham 10 filhos. O chamado a solteirice é santa. Não se deve viver sozinho! Deve-se viver para os outros. Temos figuras de grandes mestres da filosofia que foi criado religiões em seu nome para que imitassem seus meios de vida, como Buda; que não tinha vocação nenhuma para o matrimônio e foi obrigado a casar. A vocação de Buda era ensinar as pessoas à viver uma vida de paz interior e assim transmitir bem estar aos que convivem com ele. Jesus defendia a santidade do matrimônio, mas escolhei dar a vida não por uma mulher, mas para a humanidade. Nos vivemos em um mundo individualista, por isso não temos noção do que é a vocação à vida solteira. Não é voltar para si, mas para o próximo. Como um padre, mas com mais liberdade de ação e sem o compromisso da consagração. Seu único compromisso é adorar à Deus com o estudo e o serviço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s